Gastronomia com Gestão Sustentável e Responsável ~ Forno, Fogão e Cia Consultoria Gastronômica Chiarini Culinary Consultants Brasil

12/09/2014

Gastronomia com Gestão Sustentável e Responsável

Vivemos em uma época onde aproveitar os recursos naturais é primordial para manter a sobrevivência de modo sustentável e responsável.

A gastronomia clássica nos ensina isso de uma forma prática, usando tudo que a natureza proporciona para alcançar a perfeição nos sabores, aromas e texturas.


Desde a muito, grandes Chefs vem usando talos, cascas, raízes, folhas, óleos naturais extraídos de sementes, plantas e minérios, para proporcionar ao comensal uma experiência gastronômica sui generis.


No Brasil há um movimento recente em que a gestão de alimentos parte para esta premissa, aproveitando bem todos os insumos, para confeccionar pratos cada vez mais cheios de elementos e que elevam o nível da gastronomia local para o reconhecimento internacional.


Infelizmente não são todas as empresas do ramo de alimentação que pensam desta forma e acabam por desperdiçar boa parte destes insumos, tanto que pesquisas recentes demonstram que a média de insumos que poderia ter sido aproveitado na alimentação, ao invés de diminuir tem aumentado e este desperdício passou a ser responsável pelo aumento dos preços, já que dos 100%  de alimentos produzidos no campo, somente 60% chega a mesa do brasileiro e mesmo assim com baixa qualidade, devido a cadeia de produção, armazenamento, transporte, manipulação e manufatura, embalagem, e venda que não toma os devidos cuidados para que estes produtos estejam perfeitos para o consumo.


Alguns empresários ainda pensam de forma mais avassaladora e cometem erros básicos, determinando a sua cadeia produtiva por exemplo que o armazenamento seja feito de maneira a conduzir prazos de validade inexistentes, estendendo-os para fora do que recomendado pelas agências reguladoras, outros tentam baratear custos com o transporte, utilizando meios irregulares ou veículos que não tem a menor condição de fazer este transporte de forma a manter o alimento saudável.


O resultado é um só desperdício e aumento de preços, fora quando o empresário ainda aproveita insumos que já não tem a menor condição de consumo, para confeccionar pratos e ocasionam intoxicações alimentares, tudo para ganhar mais dinheiro, comprando barato porque os alimentos já não servem a quem segue as normas mas, mesmo assim são usados.


Gerir uma gastronomia de forma sustentável e responsável pode ser muito mais barato do que se pensa, pois, é possível erradicar totalmente o desperdício, utilizando a criatividade e aproveitando os alimentos de forma racional.


Existem diversas formas de criar uma cadeia produtiva onde o aproveitamento máximo do alimento é feito, juntamente com a gestão de porcionamento correto, gerando economia para quem produz e também para quem compra para consumir.


Pesquisas apontam que o aproveitamento de talos, cascas, raízes, folhas, óleos naturais extraídos de sementes, plantas e minérios, torna a alimentação mais saudável, diminuindo a utilização de aditivos químicos aromatizadores e saborizadores, além baratear todo o processo da cadeia alimentar.


Efetuar um porcionamento correto na hora de confeccionar alimentos em escala, erradica completamente o desperdício, já que só será produzido a quantidade correta para o consumo, evitando outro tipo de erro, o aproveitamento de produtos acabados fora dos prazos de validade.


Os cuidados com a cadeia de produção, armazenamento, transporte, manipulação e manufatura, embalagem, e venda de alimentos, devolve a economia o poder de negociação, equilibrando a balança entre a oferta e a demanda, além de tornar a sociedade mais saudável e menos sujeita a doenças causadas por intoxicações ou uso de aditivos químicos.


Fazer uma gastronomia com gestão sustentável e responsável depende da ação de todos, no entanto, você pode começar a fazer a sua parte.


Quer saber mais sobre gastronomia com gestão sustentável e responsável?

Entre em contato conosco!