DIETAS. RISCOS, PERIGOS E VANTAGENS. ~ Forno, Fogão e Cia Consultoria Gastronômica Chiarini Culinary Consultants Brasil

18/03/2014

DIETAS. RISCOS, PERIGOS E VANTAGENS.

A busca incansável por emagrecer e por qualidade de vida, move algumas pessoas a fazer loucuras.

Recentemente um caso tomou as mídias com uma pessoa que fez uma dieta baseada apenas em determinados alimentos e com isso, acabou tão doente que perdeu toda a força muscular, deixando de andar e também perdendo parte de sua coordenação motora e mental.

Saudável.Todos os nutrientes estão presentes.
Dietas "milagrosas" baseadas em grupos alimentares tais como frutas, legumes e verduras, proteínas, carboidratos, fibras entre outros, se feitas exclusivamente com este ou aquele grupo de alimentos, pode causar danos sérios a saúde.

A falta de nutrientes essenciais é o fator primordial destes danos, exemplos singulares vem sendo mostrados na TV, para alertar a população que adora estas dietas em uma tentativa frustrante de estancar este modismo que leva muitas vezes o adepto a morte.

Dietas como a da proteína ou outras que tornam o consumo de determinado grupo de alimentos exclusivo, elevam em muito as chances de deficiências graves em detrimento da falta de outros nutrientes, estas deficiências elevam o risco de doenças silenciosas como o diabetes, a hipertensão, hipossuficiência renal, paralisação das funções do fígado e do pâncreas, perda de massa muscular, perda da estrutura cartilaginosa, perda de massa óssea e muito mais.

Pesquisas mostram que estas dietas são comuns em grupos de faixas etárias que vão dos 14 aos 45 anos, que sua divulgação é feita em redes sociais, revistas e outros meios, que a adesão das pessoas destas faixas etárias às dietas é feita sem nenhum critério e a maior parte dos adeptos não faz um acompanhamento médico e nutricional especializado.

Quase todas as dietas divulgadas nas redes sociais, revistas e outros meios, tem como objetivo o emagrecimento e a beleza estética, deixando de lado a saúde, já que são feitas sem um acompanhamento profissional seja por um médico ou por um nutricionista.

Os perigos são imensos pois, quem divulga a dieta, ainda ensina métodos para supostamente suprir a falta dos demais nutrientes, sem a menor preocupação com quem lê e adere e sem nenhuma base científica.

Aderir a uma dessas dietas pode significar o comprometimento irreversível da saúde e levar o adepto a morte!

Emagrecer e ficar bonito(a), não tem nada de mal, ao contrário, é parte da vida saudável com qualidade que todos queremos, para isso há uma luz no fim do túnel vinda através da ciência, é aí que se leva vantagem!

A consulta médica é o primeiro passo para que este profissional possa avaliar através de exames clínicos, as reais necessidades de uma dieta, feito isso, o próximo passo e procurar um nutricionista, levando estes exames e as recomendações médicas para que então se faça um plano de ação (DIETA), que será seguida segundo as orientações de ambos os profissionais, sendo acompanhada de perto com retornos periódicos e novas avaliações para se ter certeza de que os resultados serão alcançados sem a perda da saúde.

Aderir a moda das dietas de rede social, de revistas, de personal trainer, de amigos(as) (da onça) e outros que não tenham o necessário acompanhamento de profissionais da área da saúde, médicos e nutricionistas, além de ser extremamente perigoso, provoca danos ao adepto e a família que terá uma perda inesperada, portanto, antes de começar a semana com aquela "dietinha" que você viu na rede ou leu na revista no fim de semana pense!

Quer saber mais sobre alimentação saudável?

Fale conosco!