COMPLEXIDADE OU SIMPLICIDADE? ~ Forno, Fogão e Cia Consultoria Gastronômica Chiarini Culinary Consultants Brasil

14/01/2014

COMPLEXIDADE OU SIMPLICIDADE?

Assim como em qualquer outro segmento, a gastronomia evoluiu adquirindo novas técnicas, novos elementos, ingredientes diferenciados, enfim, tudo em nome dos sabores, aromas e texturas.

Cozinhar é para alguns um  desafio e para outros um prazer no entanto, mesmo aqueles que encaram como desafio o tornam um prazer, já que o resultado a ser atingido é este, não só para quem faz mas, também para quem experimenta.


Durante a evolução gastronômica surgiram diversas técnicas que foram adicionando complexidade, misturando sabores, aromas e texturas e os mantendo separadamente identificáveis ao comensal, dentre estas técnicas o "fusion cooking" que é considerada a mais complexa forma de cozinhar.


Usando aparelhos, instrumentos e elementos nada convencionais, esta técnica junta ingredientes dos mais variados e utilizados em receitas do mundo inteiro, sendo exploradas das formas mais inusitadas através de instrumentos que jamais se imaginaria ser usado em uma cozinha, confeccionando-os para a criação de uma nova receita que muitas vezes parece uma desconstrução.


Talvez seja justamente por isso que ganhou a atenção dos mais renomados críticos da gastronomia e muito espaço entre os Chef's, devolvendo-os aos bancos escolares.


A cozinha tradicional é exatamente o oposto pois, segue receitas religiosamente e usa técnicas, instrumentos e elementos facilmente reconhecíveis por qualquer pessoa entretanto, isso não significa que torne cozinhar mais fácil, já que para alguns seguidores até a utilização de um simples processador ou liquidificador, torna a receita completamente diferente da original.


Juntar tudo e desconstruir como se faz na fusion cooking tem como principal objetivo, fazer com que o comensal experimente cada sabor, aroma e textura de forma inovadora, já que se pode fazer por exemplo um sorvete de azeite ou uma lasagna de chocolate. Já na cozinha tradicional a associação de cada ingrediente com seu sabor, aroma e texturas originais, fica totalmente preservado o que encanta é a descoberta através da forma de apresentação, já que por exemplo conseguir fazer um belo carpaccio laminado perfeitamente com uma simples faca é o que fará toda a diferença.


Há vantagens e desvantagens em ambas as metodologias mas, é certo que complexidade e simplicidade estarão sempre presentes.


Cozinhar de modo simples ou complexo depende de fazer escolhas e seguir tendências, cada cozinheiro precisa buscar em si, o que mais o apaixona e ter a consciência de que pode mudar de opinião de acordo com cada momento de vida.


Eu já fiz minha escolha e você?